quarta-feira, 13 de julho de 2022

Entre tanto...


Estamos no remate de mais um ano, marcado ainda pelas contingências da pandemia, mas também pelo tanto que se foi fazendo em conjunto e de aqui fomos dando uma breve ideia...

Equipa do Projeto VivenciArte:
ed. Sara, Susana, prof. bibl. Rosário, ed.
 Mariana e (ainda que não na foto) Eugénia

As atividades finais do ano letivo celebraram isso mesmo- o concluir do trabalho de continuidade, mostrado enfim à comunidade nas festas de final de ano na EB1 e no JI da Venda do Pinheiro. A D. Historinha lá esteve, quer a apoiar os bastidores, preparando os nossos apresentadores para o palco da EB1 (e que bem que estiveram os nossos meninos!) quer a apreciar as criações finais das crianças com as famílias no JI (que, a culminar um ano dedicado às artes, construíram em conjunto um painel à Kandinsky). 

Vejam, aliás, o trabalho final de articulação no JI sobre este pintor, no genially sobre o nosso projeto de artes:

https://view.genial.ly/61a555d6b2876c0e0a0712cb/presentation-vivenciarte

Agora é tempo de arrumar a casa, fazer balanços e reflexões, preparar o espaço, o fundo documental, o próximo ano... E, também, de desejar a todos umas merecidas férias, em segurança e com um livro sempre à mão! Até já!



quarta-feira, 22 de junho de 2022

O Abecedário do 3.ºA

Aquando do estudo da obra de Luísa Ducla Soares, que a biblioteca trabalhou colaborativamente em sala de aula com as turmas de 3.º ano, tínhamos lançado um desafio... De Poemas da mentira e da verdade vimos, entre outros, um divertido texto, e também a versão musical que dele fez o cantor Daniel Completo. 

foto: profª Hermínia Cabaço

A turma 3.ºA, com a professora Hermínia Cabaço, agarrou a ideia, andou num processo bem criativo sobre o alfabeto e expôs agora, à porta da sala, o seu Abecedário sem Juízo. É de ver, meninos, pois isto das letras e dos sons também pode ser bem divertido!


Sua Majestade, a Cor!

Continuamos em articulação com o JI da Venda do Pinheiro no âmbito do projeto VivenciArte. A protagonista das últimas sessões foi uma rainha com uns súbditos muito coloridos. A rainha das cores, de Jutta Bauer, que alguns dos meninos já conhecem do ano letivo passado, levou-nos à cor, às suas transformações e misturas, ao movimento de traços, padrões, mas também a emoções e sentimentos que lhes podem ser associados.
fotos: educadora Susana Rocha

As salas Amarela, Azul, Encarnada e Verde, cujas cores aparecem em grande plano nesta obra maravilhosa da escritora alemã, mais uma vez criaram belíssimos trabalhos a partir da exploração da obra. As educadoras Mariana, Sara, Eugénia e Susana orientaram e acompanharam as ideias maravilhosas dos seus artistas. 

Mais uma vez, podem apreciar os dotes dos nossos meninos aqui: https://view.genial.ly/61a555d6b2876c0e0a0712cb/presentation-vivenciarte


sexta-feira, 3 de junho de 2022

Lobos, borboletas e outros bizarrocos

O projeto de leitura (AppLer) que desenvolvemos na biblioteca junto de alunos das turmas de 2.º ano (parceria com o apoio educativo de língua portuguesa) levou-nos nas últimas sessões a dois livros, para leitura individual e orientada. 

Os lobos que vieram para o jantar, de Steve Smallman, permitiu alguns exercícios de leitura expressiva e de compreensão de texto, bem como falarmos um bocadinho de amizade. 

A professora Isabel Almeida, do 2.ºD, pediu à profª Ana Valente que, na biblioteca, se fizesse a atividade "10 minutos a ler" com toda a turma. Um caçador de borboletas fez com que a leitura de um excerto de Estranhões e Bizarrocos, de José Eduardo Agualusa, nos levasse a borboletear por vários assuntos e, depois, com os alunos do projeto de leitura, a explorar mais sobre o mundo destes insetos- e o mundo das palavras, claro.



quinta-feira, 2 de junho de 2022

Peneiras na biblioteca

 A profª Anabela Tibério, do 2.ºC, pediu à biblioteca se podíamos contar a muito antiga "História das três peneiras" à turma. Conhecem o conto?...

fotos: profª Anabela Tibério

... Quando se quer muito dizer alguma coisa a alguém (ou sobre alguém), há que peneirar primeiro o sentido da informação. Com as peneiras da Verdade, da Bondade e da Necessidade, fica-se a saber se é verdadeiro o que se vai contar, se vai ajudar alguém e se, afinal, há mesmo necessidade de o contarmos. Já se vê, a questão era tratar de alguns valores e mostrar aos alunos que, mais importante que dizer alguma coisa, ou do diz-que-disse, é ver em que medida isso é realmente importante.

A docente Ana Valente, da equipa da BE, e a professora bibliotecária fizeram então uma pequena dramatização do conto, e a peneira usada para as crianças perceberem o que é e para que serve andou de mão em mão, e (como se concluiu pelo pequeno debate que fizemos depois) de consciência em consciência... 


sábado, 21 de maio de 2022

Celebrar a Arte no JI da Venda do Pinheiro

Nesta semana, em que se comemorou o Dia Internacional dos Museus, o Jardim de Infância (JI) da Venda do Pinheiro e a biblioteca escolar (BE) abriram portas ao seu próprio "museu" virtual- VivenciArte.

O título remete para o projeto anual do JI, dedicado à Arte, e centra-se na parte desenvolvida em articulação com a BE, que tem lançado desafios e propostas a propósito de obras lidas e exploradas nas quatro salas.

O resultado conjunto desses desafios, bem como outros materiais e recursos relacionados com a temática (filmes, música, pintores, museus...) pode ser visto num recurso digital interativo que a BE criou. VivenciArte é assim um repositório das etapas deste processo colaborativo, com destaque para as criações das crianças, orientadas pelas educadoras Eugénia Assunção, Mariana Ferreira, Sara Janeiro e Susana Rocha (também coordenadora deste estabelecimento). Além dos trabalhos realizados em sala, esta ferramenta digital dá ainda conta dos que foram feitos com a participação das famílias.

O site está em construção até ao final do ano letivo, e este será o nosso museu, para podermos mostrar e recordar o que fomos fazendo em conjunto sob a influência inspiradora da(s) arte(s).

A entrada é livre- façam favor de entrar! 


sexta-feira, 20 de maio de 2022

Uma mala de valor(es)

A biblioteca escolar da EB1 da Venda, através da professora Isabel Invêncio, tem feito sessões de leitura do livro A mala, de Chris Naylor-Ballesteros.

Nesta obra, quando um estranho animal aparece, só com uma mala, provoca a curiosidade mas também a desconfiança dos outros. Quem será? Por que razão estará aqui e de onde terá vindo? Que está dentro da mala?... são algumas das questões que colocam. Uma história muito simples que leva à descoberta do outro, à compreensão do seu mundo e à sua aceitação. 

A professora Isabel construiu um cenário inspirado no livro, para que as crianças possam também imaginar, a partir dos objetos, o universo da história, e no final tem conversado com os alunos. Entre o espanto, a diversão, a atenção, temos assistido a uma importante reflexão orientada pelas questões que a docente vai levantando. 

Além das turmas de 1.º ano, como inicialmente previsto, estendemos a atividade ao 2.º ano e a uma turma de 3.º, já que acolhemos recentemente novos alunos em turmas destes anos. De resto, a biblioteca escolar tem procurado, com os seus recursos e dinâmicas, integrar estas crianças na escola, e a profª Isabel Invêncio tem dirigido também, em pequeno grupo, momentos informais de apoio à aprendizagem da língua portuguesa.


De Van Gogh aos artistas do 1.ºA

Tudo começou com os girassóis. A professora Sara Policarpo levou os seus meninos a descobrirem o pintor Van Gogh e quando nos disse que andavam a recriar as famosas flores quisemos logo ir ver.

O trabalho colaborativo com esta docente no campo das artes plásticas tem sido frequente e os alunos não param de nos surpreender. A biblioteca escolar propôs então à professora um trabalho de exploração de pintores famosos com a turma 1.ºA da EB1 da Venda do Pinheiro. 




fotos: profª Sara Policarpo




A partir do livro O cão mal desenhado, de Emma Dodson, e de um powerpoint que tínhamos feito para o Jardim de Infância, precisamente no âmbito da arte, as crianças reconheceram os traços de Van Gogh e viram também algumas obras dos pintores Picasso, Klimt, Andy Warhol e Miró.



Depois, tal como no livro, puseram mãos à obra e desenharam cães ao estilo desses artistas. O resultado final é maravilhoso, com um conjunto de desenhos individuais em que se vê bem o estudo das formas, cores e influências. 

Parabéns aos nossos artistas e à professora, que neles incute o verdadeiro gosto pela arte!

                           

 

sexta-feira, 6 de maio de 2022

7 dias com os Media

 Ao longo desta semana, a biblioteca escolar (BE) tem desenvolvido trabalho no âmbito dos meios de comunicação junto das turmas de 3.º ano. 

A iniciativa "7 Dias com os Media",  na sua 10ª edição, foca-se este ano nas redes sociais e nas relações que estas permitem. 




A professora Rosário Anselmo tem estado com as turmas em sessões de esclarecimento sobre os meios de comunicação e os grandes desafios e perigos que se colocam hoje em dia à sua utilização. Depois, jogamos um  virtual da SeguraNet a propósito de segurança na internet, mas também falando de comportamentos corretos a ter em conta na comunicação. O jogo permite também fazer a ponte com Estudo do Meio, conhecendo mais sobre os continentes, alguns países e a sua cultura. 


A professora Isabel Invêncio, em apoio à BE, tem desenvolvido paralelamente sessões com os alunos, na Sala de Informática, ensinando-os a escrever um mail. Esta atividade tem permitido não só o trabalho de escrita desta tipologia textual, mas também o apoio individualizado à escrita em meio digital. Cada aluno pode assim treinar e ultrapassar as suas dúvidas, ao mesmo tempo que usa a criatividade ao enviar uma mensagem à sua professora ou professor.


Tem sido um entusiasmo geral, e até a D. Historinha quis teclar e aprender mais sobre a comunicação através da internet. E para a semana continuamos!


fotos: profs. Hermínia Cabaço e Isabel Invêncio                                                                            

quinta-feira, 28 de abril de 2022

D. Historinha lembra o 25 de abril



 Esta semana, andámos ainda a falar da importância do 25 de abril e a biblioteca escolar não quis deixar de ir ter com os alunos e professores para uma troca de ideias sobre o assunto. 

A D. Historinha irrompeu pelas salas pela mão da profª Rosário Anselmo, e também com a ajuda da profª Ana Valente quis saber o conhecimento dos alunos sobre esta data tão importante para o nosso país e sociedade. 

A partir das palavras revolução, liberdade, ditadura, democracia, as crianças partilharam as suas ideias sobre factos e acontecimentos ligados à "Revolução dos Cravos", e alguns falaram mesmo da experiência de familiares que viveram o 25 de abril de 1974 ou sofreram os tempos da ditadura.


Estivemos com todas as turmas e quer a D. Historinha quer a profª Ana contaram algumas curiosidades e mesmo experiências pessoais ligadas à data. No final de cada intervenção, foi passado um pequeno filme animado sobre a data histórica, com um poema clarificador de alguns conceitos relacionados com o regime democrático. E como concluímos com as turmas, a memória do passado ajuda-nos de facto a valorizar o presente e a liberdade em que vivemos.

fotos: prof. Ana Valente, Isabel Invêncio e Sara Policarpo


sábado, 23 de abril de 2022

Dia Mundial do Livro

Cartaz: Susa Monteiro
  Hoje, 23 de abril, é dia de lembrarmos a importância dos livros e   dos seus autores. Instituído em 1995 pela UNESCO, o Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor pretende chamar a atenção para este veículo fundamental da cultura e do conhecimento, da preservação da memória e da evolução de indivíduos e sociedades.

 Na biblioteca da EB1 da Venda do Pinheiro, retomámos atividades com empréstimos domiciliários e de sala de aula a todas as turmas e também ao Jardim de Infância, onde continuamos as sessões à volta do livro O cão mal desenhado, de Emma Dodson. 

  Ao longo da semana,  trocámos livros e dois dedos de conversa sobre as últimas leituras, com alguns testemunhos que nos deixam sempre felizes- "Este livro é lindo...", "Gostei muito de ler!", "Há o número 2 deste?...". Aproveitámos para aconselhar este ou aquele título e autor e recebemos as professoras Sandrina Gil e Ana Valente com alunos do 1.ºB e 2.ºA para promover alguns títulos e fazer leituras na biblioteca escolar.

E porque nunca é de mais falarmos da importância da leitura em ambiente escolar mas também em casa, enviámos de novo para os encarregados de educação, com o apoio dos professores das turmas, os podcasts que a equipa de bibliotecas do agrupamento criou aquando da Semana da Leitura, com pequenas entrevistas a cinco pessoas ligadas aos livros: 
Oiça aqui 👉 Na margem dos livros.

Aproveitemos pois este dia para lembrar como é importante ler, isto é, pôr mãos à(s) obra(s)!





quarta-feira, 6 de abril de 2022

Entre livros e ovos

Para a comemoração da Páscoa na EB1 da Venda do Pinheiro, a biblioteca escolar (BE) contou a história do livro de Luísa Ducla Soares e Manuela Bacelar, Os ovos misteriosos, numa versão que criou para teatro de fantoches. Fizemos um filme cheio de animação, bonecos bem divertidos e, claro, muitos ovos coloridos. A partir do filme, passado nas turmas (e também nas salas do JI), os alunos farão as suas criações artísticas. Estamos ansiosos por ver os ovinhos que vão sair da sua imaginação!  

Entretanto, e porque se aproximam uns dias de férias, esta semana fazemos empréstimos a todas as turmas para que os nossos alunos não esqueçam a leitura, e os bons momentos que ela proporciona. A D. Historinha tem recomendado algumas novidades e obras em articulação com o currículo e projetos de turma.

Como habitualmente, tivemos a Roda de Leitura do 2.ºC, que quinzenalmente vem à nossa biblioteca com a profª Anabela Tibério. Esta é a forma de a turma falar das suas leituras, sendo os alunos convidados a fazer uma apreciação oral do livro emprestado pela BE e a mostrar as ilustrações feitas em casa.

Boas leituras!







Livros com estilo(s) no JI

 Depois do livro Aquiles, o Pontinho, de Guia Risari e Marc Taeger, que a professora bibliotecária leu nas salas do Jardim de Infância da Venda do Pinheiro, explorando texto e ilustração no âmbito do projeto anual VivenciArte, temos continuado a falar de técnicas de desenho e pintura.

foto: educadora Susana Rocha

Desta vez, O cão mal desenhado, de Emma Dodson, leva-nos a "estilos" e linguagens artísticas diferentes, permitindo também falar de alguns pintores, como Picasso. 


Na sequência dos desafios que vamos lançando às educadoras e crianças, andámos também a apreciar alguns resultados, como as incríveis composições de colagem com muitos e expressivos Aquiles. Na Sala Verde, fomos mesmo apanhados a borboletear entre Pontinhos dos meninos e umas asas coloridas que, com a luz do sol, refletem desenhos e formas no chão... Que divertido é pôr asas com as artes, verdade? 







sexta-feira, 1 de abril de 2022

"Correntes d'Escritas" chega aos nossos escritores

 

O devido prémio aos vencedores do prémio nacional do Conto Infantil- Correntes d'Escritas, de 2020, já tinha chegado às mãos dos nossos alunos do antigo 4.ºC da EB1 da Venda do Pinheiro, mas a edição do livro da Porto Editora, responsável pelo evento, está agora pronta e os premiados receberam os seus exemplares esta semana, no Centro de Recursos da EB23 da Venda, uma vez que os alunos se encontram agora no 6.º ano (turmas 6.ºD e E).
Depois de dois anos em que o evento "Correntes d'Escritas" e todas as atividades relacionadas foram suspensos, a tão aguardada edição do livro com os contos premiados saiu a público.

fotos: prof. Jacqueline Duarte e Rosário Anselmo


O conto "Tempestade no rio", que na altura venceu o primeiro lugar na modalidade de conto infantil (texto e ilustração), foi construído pelos então alunos da professora Anabela Tibério, com o apoio da biblioteca escolar. Do prémio constava a cerimónia pública de reconhecimento, que aconteceu em 2020 na Póvoa de Varzim, a atribuição de €1000 em livros, que a turma e professora decidiram entregar à nossa biblioteca, e a edição do conto em livro. 
Este encontro com os nossos jovens escritores para a entrega dos livros serviu para recordar o dia em que foram à Póvoa de Varzim com a sua professora e subiram ao palco, com grande surpresa, para receber a distinção. Aproveitámos para lembrar o texto e as ilustrações e lemo-lo em conjunto, com a certeza de que todos guardarão este livro junto ao coração. Parabéns e que continuem a ler e a escrever sempre!


O Jardim vai à Escola

Na sequência da Semana da Leitura, que decorreu em março, temos recebido na EB1 da Venda os meninos das salas do Jardim de Infância para verem a exposição de trabalhos sob o mote "Ler sempre. Ler em qualquer lugar".

Acompanhados das educadoras e das assistentes operacionais, vieram "ler" o painel em que os trabalhos das salas e de todas as turmas da EB1 foram expostos, com as sugestões e criatividade de todos sobre os locais preferidos (e alguns bem inesperados!) para a leitura. 

Como o JI desenvolve com a biblioteca escolar um projeto sobre arte(s), aproveitámos para ver a exposição como se estivéssemos num museu, chamando a atenção para a qualidade plástica do painel, alguns pormenores dos trabalhos expostos e a forma como todos desenvolveram o mesmo tema com expressões e "estilos" diferentes.

Projeto de Leitura em processo de escrita

foto: profª Ana Valente
No Projeto de Leitura, AppLer, que desenvolvemos na biblioteca com alunos do apoio educativo de 2.º ano, temos nas últimas semanas desenvolvido exercícios de escrita, quer de construção de texto quer de elaboração e estudo de frases.

A partir de um jogo com cartões, os alunos são desafiados a construir frases pegando em palavras de classes diferentes, exercitando assim as ligações entre elas e a especificidade de cada uma. Nomes, determinantes, adjetivos, verbos e outras palavras têm andado numa roda-viva pelas mesas, com os alunos a tentar formar frases com os cartões- o que às vezes (as crianças têm estratégias muito criativas!) obriga até a processos negociais... Vocês têm o verbo "estar"  ou um "com" para a troca?... Temos, temos, apetece-nos dizer- ESTAMOS COM vontade de aprender!

segunda-feira, 14 de março de 2022

Semana da Leitura- para todos os dias e lugares

Qual o valor da leitura? Quando ou em que lugares ler?  Foi a pensar nestas e noutras questões, cujas respostas estão subentendidas no mote da Semana da Leitura, que decorreu de 7 a 11 de março (
Ler sempre. Ler em qualquer lugar), que a equipa de docentes bibliotecários do nosso agrupamento lançou um conjunto de cinco podcasts, com o testemunho de cinco pessoas ligadas à leitura. Esta iniciativa, a que chamámos "Na margem dos livros", teve como principal público-alvo os pais e famílias, junto de quem os professores de todos os ciclos de ensino e as associações de pais a divulgaram, sendo igualmente difundida nas nossas redes sociais ao longo da semana. Ouvir aqui: Na margem dos livros 

Na EB1 e Jardim de Infância (JI) da Venda do Pinheiro, a biblioteca escolar (BE) lançou também o desafio de, a partir do mote da Semana, as turmas e salas imaginarem, através de texto ou criação plástica, lugares onde se pode(ria) ler. O resultado final (um trabalho por turma/sala) está afixado num painel do átrio da EB1, com os maravilhosos contributos de todos- de colagens a fotografias com as crianças a ler, a desenhos e pequenos textos e até objetos 3D, a imaginação fez nascer um testemunho coletivo sobre a importância da leitura e a sua presença em locais mais ou menos inesperados- a biblioteca, o recreio, o quarto, o jardim, a floresta, a praia, o telhado, dentro de um chinelo, a lua ou o sol, um vulcão, o avião, com o cão, os amigos, a família, a D. Historinha...  


Ilustrações após leitura, pelo 3.ºA



A biblioteca sugeriu ainda começarmos cada dia com a leitura de excertos d'A menina do mar e nas salas do JI e EB1 ecoaram as palavras de Sophia de Mello Breyner Andresen, com muitos dos nossos ouvintes ansiosos pelo dia seguinte e pelo próximo "capítulo"... 
E porque ler e escrever andam de mãos juntas, o Projeto de Leitura que desenvolvemos junto das turmas de 2.º ano  explorou a escrita criativa e lúdica de pequenas narrativas. 

Aproveitámos a semana para estar com o 1.ºA e a professora Sara Policarpo no projeto de histórias tradicionais, que conta com o apoio da BE. No início deste período foram emprestados a todos livros de contos, cuja leitura treinam em casa com as famílias. Depois de termos elaborado em conjunto um guião que a professora Sara Policarpo enviou aos EE, estes foram  convidados a recriarem com os filhos personagens e objetos alusivos às histórias através da expressão plástica.

fotos: profª Sara Policarpo
Os incríveis cenários e objetos que os alunos trazem para a sala servem de apoio à apresentação oral da história junto da turma. Fomos assistir a duas dessas apresentações, impressionantes para meninos de 1.º ano! A professora bibliotecária levou ainda uma atividade para a turma- um conjunto de objetos e fantoches/personagens que os alunos tinham de ligar às histórias (ou identificar os que não tinham nenhuma relação com os contos tradicionais), explicando porquê.

Esta Semana, iniciativa do Plano Nacional de Leitura e que conta com a parceria da Rede de Bibliotecas Escolares, foi como sempre uma ocasião para celebrarmos em conjunto o valor dessa atividade tão, tão indispensável. Excelentes leituras!


sexta-feira, 11 de março de 2022

Dicionário no feminino


A propósito do Dia Internacional da Mulher, comemorado anualmente a 8 de março, a professora Anabela Tibério, do 2º. C, convidou a biblioteca escolar (BE) a ir à sala fazer uma atividade. 

Rosário Anselmo, docente bibliotecária, e Ana Valente, elemento da equipa da BE, falaram não só do significado deste Dia, complementando o que os alunos já tinham conversado entre si e a professora, como propuseram um desafio: que os alunos fizessem um acróstico com a palavra MULHER. Mas para isso, que melhor livro que um dicionário para procurarmos palavras e o seu significado?... 


Pois foi, levámos dicionários para todos e
ensinámos os alunos a procurarem palavras no dicionário- e o exercício foi tão entusiasmante que a professora Anabela já confessou que agora os meninos não querem outra coisa! Até o entusiasmo pela caixa de livros que a BE empresta regularmente, para os "10 minutos a ler", foi substituído pela vontade urgente de ler o dicionário! Que extraordinários os caminhos que a palavra Mulher traça... 

A D. Historinha está também muito grata às turmas que lhe ofereceram marcadores e outras prendas para assinalar a data e o valor afetivo que há entre esta nossa mulher da biblioteca e os meninos! 😍 

segunda-feira, 7 de março de 2022

Semana da Leitura para pais e filhos

Começa hoje mais uma semana dedicada à leitura, iniciativa do Plano Nacional de Leitura, que conta com o apoio da Rede de Bibliotecas Escolares, este ano sob o mote Ler sempre. Ler em qualquer lugar.












Especialmente a pensar nos pais e famílias, a equipa das bibliotecas escolares do AEVP criou um conjunto de podcasts onde se juntou o testemunho de cinco "especialistas" em leitura, a quem se lançaram questões sobre a importância da leitura.

Os podcasts, reunidos num infográfico em que se apresenta a atividade, podem ser ouvidos AQUI

Além desta iniciativa, a ser divulgada ao longo da semana, na EB1 da Venda do Pinheiro começamos cada dia com a leitura de um excerto do livro A menina do mar, de Sophia de Mello Breyner Andresen, em todas as turmas e também nas salas do JI. A nossa biblioteca Mil Maravilhas preparou a obra numa espécie de capítulos, procurando deixar a expectativa para a continuação da história no dia seguinte. E já há quem nos diga que está muito curioso, à espera do que vai acontecer na leitura de amanhã...

Todas as turmas e salas estão também em criações a partir do mote da Semana, recorrendo à expressão plástica ou a texto. O desafio lançado a todos resultará numa exposição dos trabalhos de cada turma/sala, como forma de nos unirmos em redor dessa atividade maravilhosa e fundamental que é ler... sempre e em qualquer lugar, claro.

Boas leituras!

sexta-feira, 4 de março de 2022

"Sara Terra" distingue o nosso 2.ºC


Os alunos do 2.ºC receberam o segundo prémio no desafio "Sara Terra", destinado a promover projetos escolares baseados na sustentabilidade ambiental! A campanha, patrocinada pela Endesa, recebeu participações de 50 escolas, com vídeos sobre atividades desenvolvidas neste âmbito.

Aqui na EB1 da Venda do Pinheiro, a organização premiou os alunos do 2.ºC, da professora Anabela Tibério, pelas suas práticas regulares e consciencialização da comunidade educativa sobre a importância de preservarmos o planeta. O projeto contou com o apoio da biblioteca escolar, na escrita do poema que explica essas práticas e que foi criado com os alunos, numa oficina de escrita muito dinâmica que teve também a vertente da leitura. O vídeo enviado pode ser visto aqui:

Sara Terra: o vídeo do 2.ºC

Parabéns aos nossos defensores do planeta e à professora Anabela! Com esta distinção, têm não só o prémio de verem reconhecidos os seus esforços diários como ganharam um certificado de participação e um tablet cada um- e a D. Historinha também, para o pôr ao serviço de todos. Obrigada! Continuemos, pois, neste bom caminho, isto é... em ação.




terça-feira, 1 de março de 2022

Cegadas na EB1 da Venda do Pinheiro

 Nas últimas semanas, o grupo de professores responsável pelas atividades de Carnaval na escola, de que a biblioteca escolar fez parte, preparou umas Cegadas bem divertidas.

Na biblioteca, com os alunos do Projeto de Leitura (2.ºA, B, C e D) dinamizado em parceria com a profª Ana Valente, do apoio educativo, e também com a ajuda da docente Isabel Invêncio, fizemos quadras, treinámos a leitura e gravámos pequenos sketches de paródia a professores, assistentes operacionais e alunos. O 4.º A, da profª Rute Valério, juntou-se com quadras alusivas à situação pandémica e social provocada pelo Coronavírus.

No filme que realizámos para ser passado em sala de aula junto de todos, explicamos também a origem das cegadas, ainda presentes nas celebrações carnavalescas em alguns sítios do país.

Foi ótimo o exercício de escrita das quadras e a sua representação com os alunos, desde a leitura e colocação de voz (vamos lá tentar outra vez, outra vez, sim?) à escolha/improviso de adereços, direção de atores e matrafonices envolvidas. Galhofa e aprendizagens juntas, que bom!

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2022

Sonhos, selva, cor e arte

No âmbito do projeto de artes- VivenciArte- que a BE Mil Maravilhas desenvolve em parceria com o JI da Venda do Pinheiro, terminamos esta semana mais uma ronda pelas quatro salas, desta vez com duas propostas dedicadas à ilustração: 

O macaco fotógrafo, das indianas Gita Wolf e Swarna Chitrakar e Sonho , da portuguesa Susa Monteiro, que ganhou o prémio do melhor álbum ilustrado em 2018.

Explorando as cores fortes e primárias (e algumas técnicas que as educadoras têm trabalhado com os meninos, como o pontilismo), estes livros maravilhosamente ilustrados levaram-nos a ver possibilidades de desenho e pintura de animais da selva, mas não só. 


A brincadeira que O macaco fotógrafo proporcionou pôs-nos a falar de (e a brincar às) fotografias. Com Sonho, o desafio foi outro. Desta vez, e como o livro não tem palavras, inventámos hipóteses de narrativas, guiados pela sugestivas imagens. E temos cá uma ideia que ainda não podemos desvendar... É um sonho, claro, mas vamos fazer tudo para que se torne realidade!

    fotos: educadora Susana Rocha